Tudo silencia, ouço só meu coração


tudo-silencia-ço-só-meu-coração
zeca baleirotudosilenciaouomeucoraãotudo silenciaouço sósó meumeu coraçãoouço só meusó meu coraçãoouço só meu coração

Eu posso sentir meu coração remendar, então eu ouço seu nome ou ver o seu rosto, e eu sinto que quebrar tudo de novoMeu coração em suas mãos, ele bate na sua aderência. Meu coração é tudo o que fica, e você deixá-lo escapar...Eu não ouvir as opiniões das pessoas. Eu tenho pessoas ao meu redor em quem posso confiar, mas acima de tudo eu ouço a mim mesmo.Tudo o que aqui escrevo é forjado no meu silêncio e na penumbra. Vejo pouco, ouço quase nada. Mergulho enfim em mim até o nascedouro do espírito que me habita. Minha nascente é obscura. Estou escreve...Tudo acontece como se meu combate espiritual se passasse em uma clareira. Penetro na floresta, nada encontro, e a fraqueza logo me força a sair de lá, freqüentemente, quando deixo a floresta, ouço, ou creio ouvir, os cliques de armas usadas em uma guerra.Morte une, bem como separa silencia sentimento que todos insignificante.