Não há animal mais degradante, estúpido, covarde, lamentável, egoísta, rancoroso, invejoso, ingrato, que o público. É o maior dos covardes, porque de si mesmo tem medo.


não-há-animal-degradante-úpido-covarde-lamentável-egoísta-rancoroso-invejoso-ingrato-o-público-É-o-maior-covardes-porque-de-mesmo-tem
william hazlittnãohanimaldegradanteestúpidocovardelamentvelegoístarancorosoinvejosoingratopúblicomaiorcovardesporquedemesmotemmedonão háhá animalanimal maismais degradanteo públicoo maiordos covardesporque dede sisi mesmomesmo temtem medonão há animalhá animal maisanimal mais degradanteque o públicoÉ o maioro maior dosmaior dos covardesporque de side si mesmosi mesmo temmesmo tem medo

Não há animal mais abjecto, estúpido, cobarde, lamentável, egoísta, rancoroso, invejoso, ingrato, que o público. É o maior dos cobardes, porque de si mesmo tem medo.Eu não tenho medo de fracassar, mesmo em público. É demasiado fácil fingir que temos tudo sobre controlo, porque ninguém tem. Quanto mais nos permitimos cometer erros, melhor seremos. A vida é isso mesmo. Vamos sendo desafiados e só precisamos de sair ilesos.O invejoso contém, em si, um ingratoO invejoso é, sempre, um ingratoA mulher quando ama, tem heroísmos e abnegações de que o homem - o ser mais egoísta do reino animal - é incapaz.Arte estranha a pintura, em que toda a novidade, mais violentamente ainda que na música, espanta, repele e irrita não somente o público, mas a maior parte dos amadores e dos críticos.