A ingratidão dos povos é mais escandalosa que a das pessoas.


a-ingratidão-povos-é-escandalosa-a-das-pessoas
marquês de maricáingratidãopovosescandalosadaspessoasingratidão dosdos povospovos émais escandalosaescandalosa quedas pessoasa ingratidão dosingratidão dos povosdos povos épovos é maisé mais escandalosamais escandalosa queque a dasa das pessoasa ingratidão dos povosingratidão dos povos édos povos é maispovos é mais escandalosaé mais escandalosa queescandalosa que a dasque a das pessoasa ingratidão dos povos éingratidão dos povos é maisdos povos é mais escandalosapovos é mais escandalosa quemais escandalosa que a dasescandalosa que a das pessoas

A ingratidão dos povos sempre corresponde à extensão dos benefícios recebidosDepender de alguém, das ideias dos outros ou das filosofias das massas é negar a nossa própria existência, é abdicar totalmente do poder que nos foi concedido à nascença e a mais profunda ingratidão ...Uma das coisas mais difíceis de fazer é ser separado dos povos mais o seu próximo.Os povos em busca de originalidade não existem; existem os funcionários da inteligência que julgam ir ao encontro das aspirações dos povos dando-lhes uma dimensão excepcional.A história, o maior número de vezes, é a oração fúnebre dos povos mortos e a sátira ou o panegírico dos povos vivos.No amor, a ingratidão dos homens é quase sempre a recompensa das nossas concessões.